barra dúvida um
barra dúvida dois
site dúvida
logo musculação
casal fitness
lupa

Enciclopédia do Fisiculturismo

© Copyright

mail barra
Botão Menu

LinkedIn
botão calculadoras
título calculadoras
fecha calc
calculadora bf calculadora tmb calculadora imc

fecha visi

Usuários On-Line

Veja o que estão acessando

 

• não estão excluídos desta relação os acessos feitos por robôs (bots)

• contabilizados os acessos totais nos últimos 30 minutos

17
Veja detalhes

 

Musculação e Bebidas alcoólicas não combinam

 

  • Musculação e Bebidas alcoólicas não combinam

Marcelo Calazans

Elaborado em 07/07/2016

 

São várias as interferências que a ingestão de bebidas alcoólicas podem causar prejudicando o praticante de musculação, e o nível do prejuízo vai depender da frequência e quantidade com que o praticante ingere a bebida alcoólica.

 

Ao contrário do que se pensa, até mesmo uma leve ingestão pode ser prejudicial, e pode diminuir as chances de evolução que essa pessoa poderia ter dentro da prática da musculação.

 

Vamos aqui nesta matéria, tratar, enumerar e explicar esses pontos.

 

Um dos pontos mais importantes está ligado com a hidratação do corpo, pois quando tratamos de um corpo, o corpo humano, que tem cerca de 70% da sua composição de água[4], vemos que a hidratação é uma coisa muito importante, pois mesmo em um corpo com bom volume muscular e que não foi obtido por excesso de retenção hídrica, ou seja, um "ganho muscular seco", como geralmente comentam os praticantes, mesmo assim com um ganho seco, não tem como não creditarmos parte desse volume muscular à água, pois de qualquer forma como dito anteriormente, cerca de 70% do corpo humano é formado por água.

 

Ainda com relação à água, outra coisa que podemos citar são os atuais conceitos colocados por Hany Rambod sobre a importância de um corpo perfeitamente hidratado na hora do treino, que ele cita no seu famoso método FST-7 - Fascia Stretch Training. No seu método, ele afirma que para se obter o tão cobiçado e popularmente falado "PUMP" na hora do treino, a boa hidratação do corpo é algo muito importante.

 

Mas o que tem haver as bebidas alcoólicas e a água?

 

- Tem na verdade muito haver, pois a bebida alcoólica tem um forte efeito diurético, e isso devido ao comprovado efeito que ela tem na inibição da vasopressina[1].

 

A vasopressina, ou hormônio antidiurético (ADH), serve para regular a quantidade de água que é excretada pelos rins[5], e quando não há presença de vasopressina, que acontece quando uma pessoa ingere bebidas alcoólicas, a tendência do corpo no período em que a pessoa está se embriagando, é a de ficar de forma contínua expelindo água do corpo.

 

Mesmo no caso de uma pessoa que tem um volume muscular dito "seco" e sem retenção hídrica e, considerando então, que nosso corpo é formado por cerca de 70% de água[4], todas as vezes em que durante a bebedeira a pessoa for ao banheiro urinar, imagine que aquela urina que está saindo em excesso do seu corpo, pode ser parte integrante do seu precioso volume muscular.

 

Esse caso da desidratação causada pela bebida alcoólica se torna ainda mais grave, no caso de pessoas que conquistaram seu volume muscular na sua maioria a base de retenção hídrica, que é o caso dos usuários de esteroides anabolizantes que tem a característica de dar retenção hídrica, cujo os quais podemos citar a própria testosterona e a nandrolona[8].

 

Existem outros pontos em que o álcool pode atrapalhar o praticante de musculação, e as pessoas que ingerem bebidas alcoólicas com mais frequência, acabam tendo o problema de inibir a absorção de algumas vitaminas, entre elas a mais conhecida seria a vitamina B1[2]. Também é bastante citado em literaturas as deficiências de vitamina B12 em usuários mais frequentes de bebidas alcoólicas[3].

 

Um dos muitos fatores que as pessoas alcoólicas acabam tendo com relação a esse problema das vitaminas, se encontra na vitamina B1 (tiamina), pois a sua deficiência é apontada como fator de contribuição em casos de extrema fraqueza muscular[7].

 

Todos os praticantes de musculação, já sabem ou devem ter ouvido falar na importância do anabolismo para nós praticantes, anabolismo esse que atua junto com a síntese proteica, só que existem fontes[3] que citam uma alteração no metabolismo das proteínas na presença do álcool prejudicando a síntese proteica e diminuindo o balanço nitrogenado por falta de proteína.

 

Já ouviram falar que o corpo usa o álcool como fonte calórica de energia?

 

- Pois é, isso é verdade sim, o álcool possui cerda de 7 kcal por grama[6], mais do que o carboidrato que possui 4 kcal, portanto, durante o período no qual a pessoa está se embebedando, o corpo tem a tendência de utilizar a própria bebida alcoólica como fonte de energia[3], por isso que pessoas que ingerem bebida alcoólica com frequência, conseguem ficar longos períodos sem se alimentar apenas bebendo, pois neste período o corpo está se aproveitando das calorias do álcool para usar como fonte de energia, só que o álcool é uma "caloria vazia", desprovido de proteínas, vitaminas e minerais, que apesar de suprir naquele momento a demanda energética daquela pessoa, não estaria nutrindo o corpo da mesma forma que a alimentação faz.

 

Vamos agora então juntar tudo:

 

- Uma pessoa passa longos períodos ingerindo uma bebida alcoólica, desidratando seu corpo nesse período, conseguindo nesse tempo pular refeições pois o corpo está utilizando a "caloria vazia" do álcool como fonte de energia, fazendo assim com que no geral o corpo fique desnutrido, e mesmo que a pessoa acabe por ingerir algum alimento sólido no período, a absorção de algumas vitaminas e minerais será diminuída e a utilização da proteína como fonte de anabolismo e síntese proteica ficará também comprometida. Está ai, tudo contrário àquilo que o praticante de musculação precisa para desenvolver seu físico, e se não bastasse, no dia seguinte quando a pessoa acordar, vai estar desidratada, e deverá ter como prioridade reidratar seu corpo com muita água, e se a ressaca for muito forte, além de ter perdido a sequência das refeições corretas no dia em que estava se embebedando, no dia seguinte existe a tendência da alimentação não ser a mesma, pois as vezes a ressaca deixa a pessoa enjoada e com isso as refeições acabam não sendo cumpridas da forma que era normal de se fazer.

 

Por isso que algumas pessoas dizem que um dia de bebedeira, acaba representando a perda de vários dias de dedicação na academia e na dieta que nós que batalhamos na musculação temos que ter.

 

Será que vale a pena o preço da diversão?

 

Referências:

 

1 - As Bases Farmacológicas da Terapêutica de Goodman & Gilman - Laurence L. Brunton, Bruce A. Chabner, Björn C. Knollmann, 2012.

 

2 - Psiquiatria para estudantes de medicina - Alfredo Cataldo Neto, 2003.

 

3 - Nutrição em psiquiatria - Táki Athanássios Cordás, Adriana Trejger Kachani, 2009.

 

4 - Fitness - Atana Torres-Quevedo, 2007.

 

5 - Fisiologia Humana: Uma Abordagem Integrada - Dee Unglaub Silverthorn, 2009.

 

6 - Nutrição Contemporânea 8ed - Gordon M. Wardlaw, Anne M. Smith, 2013.

 

7 - Nutrição - Frances Sienkiewicz Sizer, Eleanor Whitney, 2003.

 

8 - William Llewellyn's, Anabolics E-Book Edition, 2011.

 



 

química