barra dúvida um
barra dúvida dois
site dúvida
logo musculação
casal fitness
lupa

Enciclopédia do Fisiculturismo

© Copyright

mail barra
Botão Menu

LinkedIn
botão calculadoras
título calculadoras
fecha calc
calculadora bf calculadora tmb calculadora imc

fecha visi

Usuários On-Line

Veja o que estão acessando

 

• não estão excluídos desta relação os acessos feitos por robôs (bots)

• contabilizados os acessos totais nos últimos 30 minutos

74
Veja detalhes

 

Atraso no crescimento causado por Esteroides Anabolizantes

 

  • Atraso no crescimento

Marcelo Calazans

Elaborado em 02/11/2016

 

RUSSI, MC. Atraso no crescimento causado por esteroides anabolizantes. Matérias Musculação, São paulo, nov. 2016.

 

O esqueleto humano começa a se formar no útero materno, e inicialmente ele é constituído apenas de cartilagens.

 

Para que essa cartilagem se torne o que conhecemos por ossos, deve haver uma mineralização, e o mineral cálcio é de profunda importância nesse processo.

 

No caso do feto no útero materno, essa mineralização começa a acontecer por volta do 6º mês de gravidez, mas esse processo não para mesmo após o nascimento da criança, e é nesse ponto que vamos desenvolver aqui a nossa matéria que trata dos riscos de adolescentes que ainda não atingiram o seu total potencial de crescimento, e que fazem uso incorreto e imaturo de esteroides anabolizantes.

 

Após o nascimento, à medida que a criança começa a crescer, seus ossos tendem a se alongar.

 

A base de crescimento ósseo de uma criança, é uma faixa próxima à extremidade do osso, que fica perto da articulação e que é conhecida como epífise (ver disco epifisário em azul na figura)[1], como mostra a figura abaixo:

 

epifese femur

 

Em cada epífise dos ossos que irão crescer, temos o disco epifisário, ou cartilagem de crescimento, que como o nome já sugere, é uma cartilagem que cresce dentro do disco epifisário, alongando assim os ossos e provendo o crescimento para a pessoa, desta forma, eles futuramente serão mineralizados[2], de uma forma semelhante àquela que explicamos no início do feto no útero materno.

 

Quando essa pessoa chegar à sua plenitude de estatura após o período de crescimento na adolescência, essa cartilagem será totalmente mineralizada e então substituída por tecido ósseo, e haverá então a parada de crescimento em estatura por parte deste indivíduo.

 

Esse é o processo normal de crescimento de um ser humano que ocorre durante a adolescência passando para a idade adulta, que termina quando a soldadura das epífises através do processo de mineralização explicado acima acontece na sua totalidade, que acaba por determinar o final do crescimento do indivíduo.

 

Para que esse processo ocorra naturalmente em sua plenitude, fazendo com que a pessoa atinja todo o seu potencial genético de crescimento, alguns fatores como alimentação de qualidade, e o fator hormonal devem estar funcionando em perfeita harmonia para que isso ocorra.

 

Os esteroides anabolizantes dentro do seu histórico de criação e utilização clínica no tratamento médico, já foram muito utilizados em casos de deficiência no crescimento durante a puberdade, pois é conhecido que disfunções hormonais nesta fase, podem contribuir para a falta de crescimento em pessoas desta faixa etária.

 

Convidamos nossos leitores, a acompanhar abaixo a seção que trata do perfil dos esteroides anabolizantes, que narra todo histórico de criação de tais medicamentos e de como foram empregados para essa finalidade no decorrer da história médica:

 

Perfil Anabolizantes

 

Mas de forma natural, com os nossos próprios hormônios que o nosso corpo produz naturalmente, um adolescente na puberdade que seja normal e saudável, consegue obter o crescimento em estatura sem maiores problemas.

 

Podemos apontar a testosterona e o estrogênio como os hormônios esteroides naturais do nosso corpo que estão envolvidos no processo de crescimento dos adolescentes na puberdade[3,4], sendo que o crescimento puberal, engloba muitos outros fatores, e podemos citar alguns como o GH e o IGF-1, que parece incidirem diretamente sobre o crescimento da cartilagem óssea da epífise[5].

 

Com relação ao estrogênio e a testosterona, é muito destacado o fato de que o estrogênio se sobressai no aspecto incremento de massa óssea, superando a própria testosterona[6].

 

Portanto, algumas pessoas podem pensar, "se usarmos então esteroides anabolizantes durante a puberdade e adolescência, vamos crescer mais então", mas isso pode se transformar em um terrível engano.

 

Quando citamos acima o histórico de criação e utilização de alguns medicamentos esteroides anabolizantes, que são para casos de deficiência de crescimento na puberdade[3], é no caso de adolescentes desta faixa etária que tem uma disfunção hormonal, e o uso do esteroide anabolizante neste caso, iria apenas "completar" de certa forma, as concentrações hormonais deficientes que esse jovem teria.

 

Vemos muito atualmente de forma equivocada nas academia e na musculação visando crescimento muscular, o uso de esteroides anabolizantes, e no caso de um adolescente na puberdade, que possui um nível hormonal normal e regular, que venha a fazer uso de algum esteroide anabolizante, essa quantidade hormonal a mais vinda do esteroide utilizado que esse adolescente iria ter, poderia fazer com que a mineralização completa da cartilagem de crescimento no disco epifisário, ocorresse antes do tempo previsto, fazendo provavelmente com que esse jovem, não viesse a ter o total desenvolvimento na sua estatura linear[3], causando um Atraso no Crescimento.

 

Isso pôde ser constatado em estudos e pesquisas, nos quais foi verificado que tem havido um alto número de crescimento atrofiado em atletas juvenis que fizeram o uso de esteroides anabolizantes[7].

 

Nós já falamos diversas vezes aqui do problema dos iniciantes, e de que forma somos contra o uso precoce e desinformado de esteroides anabolizantes, e fica aqui mais um alerta de como eles podem prejudicar quando utilizados de forma indiscriminada como vemos atualmente.

 

Referências:

 

1 - Compreendendo as doenças - John Ball, 1998.

 

2 - Wheater Histologia Funcional - Barbara Young, 2011.

 

3 - William Llewellyn's, Anabolics E-Book Edition 2011.

 

4 - Phillip M, Lazar L. The regulatory effect of hormones and growth factors on the pubertal growth spurt. Endocrinology 2003.

 

5 - Naughton G, Farpour-Lambert NJ, Carlson J, Bradney M, Van Praagh E. Physiological issues surrounding the performance of adolescent athletes. Sports Med 2000.

 

6 - Role of estrogen on bone in the human male: insights from the natural modelsof congenital estrogen deficiency.Faustini-Fustini, M. et al. Mol Cell Endocrinol. 2001 Jun 10;178(1-2):215-20.

 

7 - Hormonal doping and androgenization of athletes: a secret program of the German Democratic Republic government. Franke WW, Berendonk B. Clin Chem. 1997 Jul;43(7):1262-79.

 



 

química